BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


sábado, 16 de maio de 2015

Máfia da Doença: a quimioterapia mata mais do que o câncer, denuncia médico





Se você se assustou com o título deste artigo certamente vai se impressionar ainda mais com o relato que vou fazer. O momento é propício para a reflexão, sem generalizar ou tentar buscar respostas fáceis, sobre uma verdadeira máfia da doença.



Hoje minha intenção é fazer você refletir. Vou falar sobre a verdade do sistema farmacêutico no Brasil, onde profissionais ganham comissões, viagens, jantares e congressos, tudo para que simplesmente prescrevam medicamentos à população. Sem dúvida alguma esta é uma das reportagens mais assustadoras que você verá em termos de saúde, sobre uma verdadeira máfia da doença.

(Se quiser se aprofundar no assunto, assista à essas 2 excelentes reportagens: A Máfia da doença – parte 1 e A Máfia da doença – parte 2)
Esta é uma história verídica que presenciei e vou, com toda certeza, fazê-los pensar muito. Vou resumi-la para que vocês entendam o recado diretamente:
Gustavo (nome fictício) descobriu que era portador de um tumor de reto (câncer de intestino) há alguns meses. Estava bem, mas com única queixa de sangramento ao evacuar. Desespero familiar e pessoal, primeiro caso na família, homem jovem (50 anos), de hábitos de vida e alimentação saudáveis. Foi levado aos especialistas conhecidos como “professores”, “PhDs” na cidade do Rio de Janeiro e a decisão foi tomada: apesar de não haverem evidências de metástase, ele entraria no protocolo da Quimioterapia seguida de Radioterapia e depois seria submetido a cirurgia curativa.

Como ele tem médicos na família, a decisão teve forte apoio familiar e confiança total no protocolo indicado. Em seu caso, indicaram uma Quimioterapia nova, com doses orais e um tratamento particular. Naquele “jogo” habitual de um médico mandando pro outro para estabelecerem um tratamento “ideal”, o tratamento foi iniciado.



Lembro como se fosse hoje, de ter passado algumas noites pensando sobre o que eu poderia fazer para ajudá-lo, já que toda estrutura da minha Clínica fica em Porto Alegre e que, mesmo assim, muito do que eu aconselharia, poderia trazer sérios problemas sociais de minha opinião, com a opinião mais ortodoxa dos familiares médicos. Passei dias pensando na frase que ouvira não só de um de meus maiores mestres, Dr. Lair Ribeiro, bem como da boca de outros muitos cientistas desvinculados às indústrias farmacêuticas: “Grande parte dos pacientes com Câncer não morrem do câncer, mas sim das Quimioterapias”.


Decidi ir até ele, e ainda no primeiro dia de seu tratamento fui claro e objetivo. Disse-lhe que se fosse Eu, em seu caso, sem metástases, não faria Quimioterapia. O motivo é longo, mas fundamentalmente baseado no fato de que ninguém sabe o que pode acontecer de efeitos colaterais com estes venenos. Se fosse realizado somente a Radioterapia na busca de diminuir o Tumor e, posteriormente uma Cirurgia para removê-lo, com toda certeza a segurança era muito alta de resolução do problema.

Portanto, Quimioterapia para que? Para talvez uma possibilidade de, no futuro, não ter recidiva? E como acreditar nisso, se nunca comparamos os indivíduos com eles mesmos para saber se realmente vale a pena ou não nestes casos? Vejam bem, estou falando sobre um caso isolado, pois em outros tipos de tumores, as abordagens podem ser diferentes e mesmo minha opinião sobre Quimioterapia pode ser positiva.

Mas isso me motivou a pesquisar, pesquisar e ver que por coincidência, a única classe de medicamentos NO MUNDO que até hoje nunca precisou ser comparada a placebo (pílula de farinha ou açúcar), foram os Quimioterápicos. Muito estranho, pois a resposta da indústria farmacêutica é que esta doença é muito importante, que não há espaço para se comparar com placebo.

Então, resumindo:

  • Nunca testamos a diferença das quimioterapias em termos de recidiva, com tratamento placebo!

  • Milhares de pessoas morrem por efeitos adversos destes venenos!

  • Se realizar a cirurgia estaremos “nos livrando” do problema!

  • Só Deus sabe se no futuro haverá recidiva (existem muitos detalhes aqui a serem ditos)!
  
Bom, não tinha como eu não ir lá e falar com aquele homem, colocar pra fora a angústia que me prendia ao conhecimento que tinha comigo. Ao mesmo tempo sabia que seria somente uma voz, que apesar de ter muita confiança por parte dele, não transcenderia a opinião daqueles super especialistas. E na verdade, inclusive quando fui até o Dr. Lair Ribeiro para pedir-lhe opinião, fui aconselhado a não interferir, por diversos motivos.

A evolução do tratamento passou a ser drástica e triste, pois já no quarto dia da quimioterapia o homem estava em uma situação absolutamente debilitada, nem parecia mais aquele homem enérgico e com toda vida que conhecera, e já aproximadamente no sétimo dia ele teve que ser internado em um hospital de médio porte.

A situação se agravou, a CTI daquele hospital não tinha condições para atendê-lo quando o quadro evoluiu para insuficiência respiratória, e graças então ao familiar, depois de muita luta para tentar conseguir uma vaga em um hospital que pudesse mantê-lo vivo, a transferência foi feita.

Situação de tristeza familiar, transtorno para toda aquela família que teve que se deslocar ao Rio de Janeiro para lutar junto daquele homem diariamente, desestabilização financeira, psicológica, enfim aquela história que não desejamos nem aos nossos piores inimigos (para quem os tem).

Os efeitos da Quimioterapia mantiveram-no em coma por quase 3 meses e, coincidentemente, no leito ao lado (em um dos melhores e mais bem equipados hospitais do Rio de Janeiro), também estava uma pessoa em coma devido a efeitos colaterais de quimioterápicos. Luta, comoção. Eu mesmo visitei-o frequentemente e fiz questão de encostar nele e incentivar todo familiar que fizesse a higiene adequada e também o fizesse, ao contrário de todos os “avisos” dizendo para encostar o mínimo possível no paciente pelo risco de infecção. Mas pedi que todos tivessem somente pensamentos positivos, concentrassem suas energias em coisas boas e nunca em tristeza e piedade por aquela situação.
Quem chegasse ao lado dele, apesar da cena assustadora inclusive para médicos, com a pele completamente alterada e parecendo queimada, sem cabelos, emagrecimento com edema generalizado e todos os aparelhos possíveis, tinha que sorrir, conversar com ele em tom firme, ter certeza de que melhoraria e passando através das mãos sobre qualquer parte de seu corpo, um feixe de energia potente, de luz amarelo ou dourado brilhante (baseado em conceitos cromoterápicos milenares).


Bem, mas passados 3 meses ele saiu do coma, indo contra qualquer opinião médica possível, pois todos eram enfáticos em dizer que as chances eram mínimas (e eu como médico sei que estavam ali falando exatamente a verdade dos fatos). Saído do coma foi para o leito e, após mais 1 mês recuperando-se, conseguiu sair do Hospital, porém com o seu foco do problema (o Câncer), absolutamente em segundo ou último plano. O objetivo durante toda internação, foi salvar a sua vida dos efeitos da Quimioterapia e só. E a partir do momento em que se iniciou o quadro dos efeitos maléficos, vocês sabem quantas vezes aquele médico professor PhD e super especialista que indicou o tratamento, se pronunciou ou ao menos foi até o hospital ver o que havia acontecido e explicar o porque? NENHUMA!

Parece brincadeira, mas não é! O trabalho daquele profissional foi simplesmente indicar uma droga (sabe-se lá com quais reais motivos) e lavar as mãos para o que poderia ou não acontecer, afinal de contas, ele estaria protegido pelo Protocolo. Todos prescreveriam algum quimioterápico, pois faz parte do protocolo de tratamento. Mas vocês querem saber o que eu peso? Me desculpem a expressão, mas “que se dane o protocolo”, não estamos tratando robôs nem animais irracionais! Lidar com pessoas, necessita individualização de condutas, personalização de opções terapêuticas e análise criteriosa de riscos X benefícios.

Máfia da Doença: médicos que podem matar pacientes

 Se este tipo de conduta pode levar o paciente à morte sem nenhuma garantia de que no futuro irá de fato evitar uma recidiva, ao passo que o outro tratará diretamente o problema, o mínimo desejável e esperado é que as coisas sejam esclarecidas com paciente e família. 

O mínimo é honestidade, ponderação, humanização. E depois do problema, simplesmente dizer que ele caiu na estatística e que poderia acontecer, e que a culpa é do câncer? Nem se quer ir até o Hospital e a família ser obrigada a contratar, em caráter obrigatório e particular, um médico que possa acompanhar e tentar resolver a situação dentro do CTI, se tornando o médico responsável? Parece piada, sinceramente!

Sim, revolta, mesmo eu sendo médico, sabendo que a maioria dos médicos não compactuam com estas atitudes, mas também sabendo que, como os próprios familiares médicos fizeram, acabamos acreditando que era realmente a única e correta opção, pois aprendemos nas universidades que os protocolos devem ser seguidos independente do caso e atrás disto, nos escondemos e eximimos da responsabilidade da consciência pessoal literalmente.

E esperem aí, porque a história ainda não terminou! Um dos efeitos colaterais dos quimioterápicos foi uma queimadura extensa também a nível interno das mucosas e o esôfago estenosou (fechou, colou). Resultado disto: alimentos não passam mais pelo trato digestório e ele está sendo obrigado a se alimentar por uma sonda colocada através da pele diretamente no estômago todos os dias, mesmo após 3 meses fora do Hospital.

Neste período ele está se recuperando, que fique claro, não do câncer, mas da quimioterapia), se alimentando por sonda, ou seja, necessita sempre de ajuda para o preparo, caminhando agora com muletas, pois passou boa parte do tempo sem conseguir firmar as pernas devido a uma grande perda de massa muscular e, enfim, buscando estar recuperado para a próxima etapa.

A situação atual é que ele retomou somente a radioterapia para tentar desta vez diminuir o Tumor, depois será submetido a uma cirurgia para removê-lo, depois recuperação e, por último, a parte mais delicada e perigosa: tentativa de reconstrução do trânsito digestivo através de uma complicada cirurgia.

Mas vamos aos fatos e deixem-me tentar respirar profundamente, secar meus olhos cheios de lágrimas, e pontuar o objetivo deste meu post: será realmente que estamos no caminho correto? É esta medicina avançada que temos em pleno 2014? Como confiar neste tipo de abordagem? Quais são os interesses que estão movendo parte de nossa ciência?

As questões são inúmeras, eu tenho boa parte das respostas e você deve tentar construir as suas, pois já lhes dei aqui muita informação para fazê-lo.
Gostaria de lembrar que NUNCA tenho objetivo de generalizar uma comunidade inteira de médicos, nem mesmo das especialidades.

A você, que está lendo este post, agradeço por fazer parte de uma corrente em busca de mudanças. Agradeço o interesse pela saúde e peço que compartilhe, principalmente as reportagens, pois precisamos acordar para uma realidade diferente. É injusto generalizarmos classes, porém se quisermos justiça devemos fazer a nossa parte para atingi-la.

Esta ligação tão próxima de indústrias farmacêuticas com médicos, os pagamentos de comissões, aquele programa “ROPP” que contabiliza, identifica e recompensa os profissionais que mais receitam um ou outro fármaco, que paga congressos, jantares, reformas e enchem os consultórios médicos de representantes com suas amostras “grátis” não são o caminho correto e todos nós sabemos disto.


Mulher, quer ter mais saúde? Então pare de tomar a pílula anticoncepcional, pois é um VENENO







7 motivos pelos quais a pílula anticoncepcional é um veneno para o corpo feminino


1) a libido despenca: os principais hormônios responsáveis pela libido feminina são: ocitocina, progesterona, estradiol, DHEA, DHT e, principalmente, a testosterona (o hormônio masculino, sim, existente também em mulheres). a testosterona é inibida pelo uso da pílula, fazendo com que muitas mulheres sequer saibam como é a sua real libido. mesmo que muitas utilizando a pílula continuem sentindo tesão, é bem provável que sem ela este aumente drasticamente.
2) causa flacidez, celulite, diminuição de massa muscular, aumento de gordura localizada… acarretando em: mais gastos com cosméticos: com a diminuição do hormônio testosterona, o corpo não CONSEGUE desenvolver massa muscular. fica MUITO difícil, mesmo praticando exercícios físicos. o tônus muscular fica enfraquecido e as celulites aumentam devido ao inchaço e acúmulo de gordura nos tecidos causados pelos hormônios estrogênio e progesterona, presentes em grande quantidade na pílula, que retém líquido.
3) pode acarretar diversas complicações cardiovasculares: o coração é o órgão possui mais receptores para esse hormônio específico – a testosterona; depois vem o cérebro e os ossos. sendo assim, quem possui níveis baixos de testosterona fica mais suscetível a doenças do cardíacas e complicações no cérebro e nos ossos.
4) podem ser cancerígenos: você sabia que contraceptivos hormonais foram classificados pela Organização Mundial de Saúde como potencialmente carcinogênicos? isso devido às doses (muitas vezes cavalares) de hormônios depositados DIARIAMENTE na corrente sanguínea. pra você ter uma noção, eles estão enquadrados na mesma classe do tabaco e amianto.
5) você está enganando o seu corpo: a pílula anticoncepcional é composta por dois hormônios sintéticos: um imita o estrógeno e o o outro a progesterona, ambos hormônios naturais da mulher, responsáveis por controlar seu ciclo. esses hormônios “falsos” presentes na pílula “enganam” o seu organismo, fazendo com que a mulher não produza os hormônios naturais e, consequentemente, não ovule. a menstruação também é “falsa”, pois não há óvulo sendo expelido.
6) aumenta o risco de trombose: usuárias da pílula contraceptiva tem até quatro vezes mais chances de desenvolver trombose venosa profunda quando comparadas à população em geral. em mulheres fumantes acima de 35, esse número aumenta drasticamente; essas tem cerca de 10 vezes mais chance que as que utilizam esse método e não fumam (!!!). esse problema é gerado pela coagulação do sangue no interior das veias, principalmente nos membros inferiores. caso um dos coágulos entrar na corrente sanguínea e chegar ao pulmão, pode causar embolia pulmonar – risco fatal.
7) desencadeia vários outros problemas: dores de cabeça, alterações bruscas de humor, DEPRESSÃO, enjôos, mal-estar, ansiedade (…) tudo isso consta na bula. por favor leiam, se informem, e decidam de forma consciente.

Risco aumentado de câncer de colo de útero com o uso de pílulas anticoncepcionais orais é reversível

Pesquisa publicada no The Lancet envolveu 52.000 mulheres e observou que o risco de câncer de colouterino aumenta com o tempo em que o anticoncepcional é usado e que após ter parado de usar a pílula por 10 anos, o risco de ter câncer de colo uterino é o mesmo tanto para mulheres que nunca usaram pílula, quanto para aquelas que pararam de usar.
O estudo também mostra que as mulheres que estão usando pílulas por pelo menos 5 anos, apresentam um risco 2 vezes maior de desenvolver câncer de colo de útero do que aquelas que nunca usaram anticoncepcional oral. Mas este risco diminui assim que as mulheres suspendem a pílula.
A coordenadora do estudo, Jane Green, uma pesquisadora da unidade de epidemiologia do CancerResearch – Universidade de Oxford, diz: “A pílula é uma das formas mais efetivas de contracepção e a longo prazo o pequeno aumento do risco de desenvolver câncer de colo de útero ou de mama é compensado pelo menor risco de desenvolver câncer de ovário ou de endométrio.” O mais importante neste estudo é que ele é o primeiro a mostrar o que acontece com o risco de câncer de colo de úteroquando uma mulher pára de tomar pílulas.
As pílulas anticoncepcionais foram lançadas no Reino Unido em 1961. Estudos passados mostram que os contraceptivos orais aumentam o risco de desenvolver câncer cervical (colo de útero) e de mama, mas que reduzem o risco de câncer de ovário e de endométrio. Especialistas dizem que o risco aumentado para quem usa pílulas é pequeno e recomendam exames ginecológicos regulares para a prevenção de tumores.

Fonte: The Lancet
NEWS.MED.BR, 2007. Risco aumentado de câncer de colo de útero com o uso de pílulas anticoncepcionais orais é reversível. Disponível em: <http://www.news.med.br/p/medical-journal/12117/risco-aumentado-de-cancer-de-colo-de-utero-com-o-uso-de-pilulas-anticoncepcionais-orais-e-reversivel.htm>. Acesso em: 16 mai. 2015.

Vídeos:


Depoimentos




Mais de 40 mil pessoas curtiram a página no facebook:

Vítimas de anticoncepcionais. Unidas a favor da Vidahttps://www.facebook.com/pages/V%C3%ADtimas-de-anticoncepcionais-Unidas-a-favor-da-Vida/279481195591370?fref=ts





Chemtrails Causam sérios Danos ao Cérobro



Neurologista Adverte alumínio em Chemtrails passíveis de gerar "aumento explosivo em doenças neurodegenerativas"


Em 19 de junho de 2013 Dr. Blaylock discutiu o chemtrail e nanoaluminum neuro-toxicidade NÃO  FoodintegrityNow.org  show.  A entrevista completa inclui INFORMAÇÕES IMPORTANTES Sobre os efeitos neurológicos nocivos da  excitotoxins  Como Aditivos Alimentares, SEJA OU: MSG OU  monosodiumglutamate  ). 



Como nanopartículas de Alumínio São infinitamente Mais Reativo e PODE  fácilmente  penetrar o Cérebro


Russell_blaylock-Caneca Dr.A  internet  ESTÁ repleta de Historias de "chemtrails" e geoengenharia Pará combater o "AQUECIMENTO global";  . e, recentemente COMEU, eu Tirei essas Histórias com hum grão de sal  Uma das principais Razões Para o meu ceticismo era Que Eu raramente vi que eles estavam descrevendo Nos Céus.  Mas Ao Longo dos Últimos ano Tenho notado hum  grande Número  dessas Trilhas e eu Tenho . que admitir que eles Não São Como OS Rastros Que Eu Cresci vendo Nos Céus  Éles São extensa, Amplo Bastante, São colocados em cantarolar Padrão Definido, e Lentamente Evoluir Pará Nuvens Artificiais.  Particularmente preocupante E que ha Agora São Tantos - dezenas de Todos os dias estao infestando OS Céus.
Minha grande Preocupação E que há Evidências de que eles estao a Pulverização de Toneladas de Compostos de Alumínio nanométricos.  Tem Sido demonstrado na literatura médica que Científica e Como Particulas nanométricas São infinitamente Mais  Reativos  e A Indução da Inflamação intensa em varios Tecidos . De Interesse especial E o Efeito destas nanopartículas NÃO Cérebro e da medula espinhal , Como Uma Lista Cada Vez Maior de doenças neurodegenerativas,  incluíndo  a Demência de Alzheimer , Doença de Parkinson, e Doença de Lou Gehrig (ELA) estao fortemente Relacionadas com a Exposição Ao ambiental Alumínio.      
Este É O Seu Cérebro EM Chemtrails-SM


Como nanopartículas de Alumínio Não São APENAS infinitamente Mais inflamatoria, ELES TAMBÉM  penetrar fácilmente o Cérebro  Por Um Número de turnos, incluíndo Os de sangue e Nervos olfativos (Nervos OS Cheiro nariz sem).  Estudos TEM demonstrado Que estas particulas Passam Ao Longo das vias neurais olfativos, que ligam Diretamente Pará Uma área do Cérebro Que NÃO portanto E Mais afetado Pela Doença de Alzheimer , mas  Alco  o Mais afetado, Não decurso da Doença. Alco  TEM o Nível Mais Alto de Alumínio Cérebro em Casos de Alzheimer.   
A via intranasal de Exposição Faz Pulverização de Grandes quantidades de nanoaluminum Nos Céus especialmente Perigosos  , JÁ Que vai Ser inalado POR PESSOAS de Todas Como idades, incluíndo Bebês e Crianças Pequenas horas Pará MUITAS. Sabemos que Como PESSOAS Mais Velhas TEM Uma Maior Reação Uma ESTA No Ar de Alumínio. Por causa da nanosizing das particulas de Alumínio Que ESTÁ Sendo USADO, OS Sistemas de Casa -filtragem NÃO IRA removedor o Alumínio, prolongando ASSIM Uma Exposição, MESMO Dentro de casa.        
. Além Disso um nanoaluminum inalação, Tais Pulverização vai saturar o solo, Água, e A Vegetação com níveis Elevados de Alumínio Normalmente, o Alumínio E fracamente absorvida a Partir do trato gastrointestinal ; . nanoaluminum mas è absorvido em quantidades Muito Mais Elevadas Este absorvida Alumínio TEM Sido mostrado Para Ser Distribuído hum hum numéro de Órgãos e Tecidos, incluíndo o Cérebro e medula espinhal. inalar ESSA nanoaluminum ambientalmente suspenso  Alco  IRA Produzir UMA Enorme Reação inflamatoria nsa pulmões , O Que vai representar hum RISCO Significativo para Crianças e Adultos COM asma e Doenças pulmonares .         
Eu oro Para Que OS Pilotos Que estao pulverizando ESTA Substancia Perigosa compreender plenamente Que estao destruindo a vida e uma saúde de SUAS FAMÍLIAS TAMBÉM. ISSO TAMBÉM É Verdade Paragrafo OS NOSSOS Funcionários Políticos. Uma vez que os solos OS, plantas e Fontes de Água estao fortemente contaminados, Não haverá Maneira de reverter o Dano Que foi Feito.    
Passos precisam Ser Tomadas ágora Paragrafo Evitar Uma catástrofe iminente Sanitária de Enormes proporções, se ESSE NÃO Projeto Pará interrompido imediatamente  .  Caso contrario vamos ver hum explosivo aumento em doenças neurodegenerativas, que ocorrem em Adultos e Idosos em hum Ritmo SEM precedentes, Bem Como Transtornos de neurodesenvolvimento em NOSSOS Filhos. Já Estamos vendo hum aumento Dramático nestes Distúrbios neurológicos e ESTÁ ocorrendo em PESSOAS Mais Jovens Mais do Que Nunca antes. 
Notas Finais
. 1 Win Shwe-TT, Fujimaki H, "As nanopartículas e neurotoxicidade," In J Mol Sci 2011; 12: 6267-6280.    
2. Krewski D et ai, "Os efeitos Biológicos de nanopartículas .. A Avaliação do Risco Para o Alumínio, óxido de Alumínio e hidróxido de alumínio, " J Toxicol Environ Saúde B Crit Rev 2007; 10 (Supl 1): 1-269.    
3. Blaylock RL ", immunoexcitotoxicity induzida Alumínio em desordens do Desenvolvimento Neurológico e neurodegenerativas ", Curr Inorg Chem 2012; 2: 46-53.  
4. L, Tomljenovic "doença de Alumínio e Alzheimer: DEPOIS de hum Século, há Uma Ligação plausível", a Doença de Alzheimer J 2011; 23: 567-598.  
5. Perl DP, Bom PF ", Alumínio, a Doença de Alzheimer, e Fazer Sistema olfativo", Ann NY Acad Sci 1991; 640: 8-13.   
6. Shaw CA, Petrik MS, "injeções de hidróxido de Alumínio Levar hum déficits Motores e degeneração dos neurônios Motores," J Inorg Biochem 2009; 103: 1,555-1,562. 
7. "funcao imunológica nanométricos Alumínio alteradas", Braydich-Stolie LK et al, ACS Nano 2010:. 4: 3661-3670.
8. Li XB et ai, "Glia ACTIVAÇÃO induzida POR Administração Periférica de nanopartículas de óxido de Alumínio em cerebros de ratos". nanomedicina   2009; 5: 473-479.
9. Exley C, Casa E, "de Alumínio Nenhum humano Cérebro", Monatsh Chem 2011; 142: 357-363.
10.Nayak P, Chatterjee AK, "Efeitos da Exposição Ao Alumínio em GABA glutamato Cérebro e Fazer Sistema: um ratos em Estudo experimental," Food Chem Toxicol 2001; 39: 1285-1289.   
11. Tsunoda M, Sharma RP, "Modulação de necrose tumoral alfa Expressão Fazer Fator NÃO Cérebro fazer apos Rato Uma Exposição Ao Alumínio na Água potável ", Arch Toxicol 1999; 73: 419-426.  
12. Matyja E, "Aluminum muda glutamato mediada neurotoxicidade em Culturas organotípicas de hipocampo de rato," Folia Neuropathol 2000; 38: 47-53.
13. Walton JR, "Alumínio em neurónios do hipocampo de Seres Humanos Com a Doença de Alzheimer", Neurotoxicology 2006; 27: 385-394.  
14. Walton JR, "Um Modelo de rato com base de de Alumínio em Pará a Doença de Alzheimer exibe oxidativos Danos, uma inibição da Actividade de PP2A, tau hiperfosforilada e degeneração granulovacuolar", Inorg Biochem J 2007; 101: 1275-1284. 
. 15. Um Becaria et ai ", Alumínio e cobre na Água potável melhorar OS fenómenos Inflamatórios UO oxidativos, especificamente no Cérebro," J Neuroimmunol 2006; 176: 16-23.  
16. Exley C, "Um Mecanismo molecular Pará Uma Doença induzida POR Alumínio de Alzheimer", Inorg Biochem J 1999; 76: 133-140.
17. Exley C, "A Atividade pró-oxidante de Alumínio," Free Rad Biol Med 2004; 36: 380-387. 
Leitura Recomendada  
Brochuras Fazer Dr. Blaylock Bio Terrorismo: Como Sobreviver e Rápido rápido Você PODE Nascer nuclear. 
Dr. Blaylock, um Membro da NHF, e Um neurocirurgião de Renome Mundial, Que se aposentou Fazer Neurosurgery de dedicar Toda a SUA Atenção Paragrafo Estudos nutricionais e Pesquisas.
Um Convidado na DEMANDA Pará Programas de Rádio e TV, ELE leciona extensivamente Paragrafo O Público tanto Leigos e Médicos Sobre temas Relacionados com a Nutrição. Ele E o destinatario da Integridade Prémio Ciência na concedido Pela Fundação Weston A. Price 2004 e Faz Parte do Corpo editorial do Journal of the American Association nutracêuticas ee Membro do conselho editorial do Journal of American Médicos e Cirurgiões , Uma Publicação oficial da Associação Americana de Médicos e Cirurgiões.          
http://chemtrailsplanet.net/2013/01/12/neurologist-warns-aluminum-in-chemtrails-could-cause-explosive-increase-in-neurodegenerative-diseases/






Total de visualizações de página

Página FaceBook