BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 17 de junho de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 137- GRITANTES, GRITANTES EVIDÊNCIAS!



"Sou como um rato de laboratório. Eles têm um programa e sou parte dele, e disseram que sou sua propriedade. 


Disseram que podiam fazer o que quisessem comigo e, quando estou sob o controle deles, eles realmente fazem!" (Diana Graves - cidadã norte-americana seqüestrada pelos tripulantes dos UFOs)



INVASORES SILENCIOSOS - Eles eram perfeitas réplicas da humanidade" - diz a capa deste livro de ficção. A Realidade, porém, supera em muito a ficção.... Por mais ousada que ela seja! E quando se trata de fenomenologia ufológica, então, a coisa tende a tomar proporções fantásticas e por vezes assustadoras.


Esta nossa pequena morada tem sido, desde épocas imemoriais, o perplexo palco para a apresentação de coisas muito estranhas que, sem a menor cerimônia, percorrem a sua azulada atmosfera. Esse enorme UFO, dotado de formato inusitado e visto por centenas de testemunhas, foi fotografado no ano de 2002 sobre o território dos EUA.


O que, aliás, não é novidade alguma, uma vez que certas coisas ainda mais estranhas, e a esses misteriosos objetos celestes sempre associadas, têm percorrido o nosso solo desde milênios sem conta. E os incontestáveis registros dessa presença espalham-se em profusão por todos os países do globo. Na foto acima, a clara representação de uma entidade alienígena estampada nas rochas de Albuquerque, EUA - precisamente em Rinconada Canyon pelos seus antigos e pré-históricos habitantes. Note-se os três dedos da criatura, possivelmente um humanóide grey - algo que é a "marca registrada" desses seres. (FOTO: © Kenneth Ingham Consulting)


E mesmo nos nossos modernos tempos essas criaturas continuam por aqui, exercendo as suas obscuras atividades. Como se tudo por aqui lhes pertencesse! Não há, portanto, como negar essa espantosa realidade, pois certas fotos tomadas por assustadas testemunhas não deixem margens a quaisquer dúvidas. Um exemplo típico é visto na imagem acima......


..... Aqui mostrado em negativo para melhor visualização. Trata-se claramente de um grey!


Aztec, Novo México, EUA, 1948 - um ano, portanto, depois do famoso Caso Roswell. Outro UFO se acidenta no deserto, matando dessa vez 16 criaturas humanóides cujos corpos foram recolhidos pelo Governo dos EUA. Nessa foto, vemos em meio aos destroços da nave, o corpo carbonizado de uma daquelas criaturas.


Essa outra imagem "proibida" da época em questão, nos mostraria no tanque criogênico, localizado em uma fortificação secreta americana, o cadáver de um dos alienígenas resgatados no acidente em Aztec.


E por falar em "fotos proibidas", que tal ESTA? Tomada no distante ano de 1954, vemos altos oficiais norte-americano em uma espécie de "reunião" com uma bizarra criatura alienígena - possivelmente do tipo reptiliano. Certamente diz respeito ao tal acordo que, segundo denúncias, foi celebrado entre os EUA e essas entidades e através do qual, em troca do fornecimento PARCIAL (é claro) de tecnologia alienígena, foi a elas permitido que aqui se estabelecessem com as suas bases subterrâneas e submarinas - incluindo, outrossim, a permissão para que seqüestrassem seres humanos para os seus famigerados "estudos científicos". Evidentemente, e como devemos esperar, os setores diretamente envolvidos vão logo dizer que esta foto se trata de "uma simples montagem","fraude", ou coisa semelhante.


Reveja a "coisa" em maior aproximação e também em negativo. E você, concordaria conosco que para se tratar de "uma simples montagem" ela é muito, mas muito bem feita mesmo? E o que dizer dos diversos ex-militares e ex-cientistas dos EUA - como também diversos ex-agentes dos seus próprios órgãos de informações e segurança - que, horrorizados, literalmente "deram com as línguas nos dentes" denunciando publicamente a barbaridade que foi o tal "acordo", o qual literalmente "vendeu" a raça humana a essas abjetas criaturas - e cuja conseqüências futuras poderão ser, de fato, imprevisíveis?


Porém, tudo faz sentido. A foto da tal "reunião" foi tomada em 1954 e essa lamentavelmente trágica história começa precisamente um ano antes, em 1953, quando diversos observatórios astronômicos rastrearam na nossa órbita equatorial vários e gigantescos objetos que pareciam inteligentemente controlados! Suspeitando tratar-se de espaçonaves alienígenas, o que mais tarde seria efetivamente COMPROVADO, os órgãos de inteligência norte-americanos estabeleceram o chamado Projeto PLATO - destinado especificamente a estabelecer os primeiros contatos com os visitantes. Ocorreu então o famoso pouso da espaçonave tripulada pelos alienígenas cinzentos e dotados de longos narizes (reveja a foto anterior), precisamente na Base Aérea de Holloman, principiando neste ponto as negociações para a celebração do famigerado acordo - o qual foi devidamente selado com a presença do próprio presidente dos EUA, Eisenhower (foto) quando por ocasião do segundo pouso, dessa feita na Base Aérea de Edwards algum tempo depois. Repentinamente, contudo, outras naves diferentes das tripuladas por aqueles primeiros alienígenas, pousaram à força em demais unidades militares norte-americanas e os seus tripulantes - não humanóides como os outros, mas descritos como de aparência HUMANA e bastante semelhantes a nós em alguns aspectos - (especificados nos documentos secretos como "OS ALTOS", não se sabendo se em referência às suas estaturas ou à grande evolução espiritual), advertiram quanto à potencial periculosidade dos intrusos, bem como quanto aos riscos que a humanidade terrestre correria se acaso insistisse em com os outros manter negociações ou intercâmbios de qualquer espécie! Esses seres, dotados de grande benevolência e que emanavam uma grande sabedoria, disseram-se os verdadeiros guardiães e PRECEPTORES da raça humana da Terra, e apresentaram ao Governo dos EUA uma contraproposta que evidentemente não foi aceita: se fossem abandonadas as corridas armamentistas, eliminando-se assim as armas nucleares e outros artefatos bélicos mortais; se também cessassem as guerras e outras espoliações econômicas; eles poderiam nos ajudar imensamente. Não através de armas ou tecnologias bélicas mas, sim, através do desenvolvimento espiritual, do controle da poluição e das doenças, bem como da extinção de muitas outras mazelas que ainda hoje afligem a nossa humanidade. Perdendo assim, talvez, uma das maiores oportunidades da história trágica da Terra, os americanos preferiram obter vantagens "mais concretas" e partiram para a implantação prática dos termos do tal acordo - estabelecido com "Sua Alteza Imperial KRLL" (era assim que a arrogante coisa, possivelmente a que mostramos, exigia que fosse tratada) e os seus repugnantes companheiros. E, voltamos a repetir, não estamos inventando nada: tudo isso faz parte de inúmeras denúncias de pessoas altamente credenciadas, as quais inclusive colocaram suas vidas em risco ao formulá-las!


Barbaridades começaram então a surgir - dentre outras tantas, que incluem além dos seqüestros manipulações genéticas, mutilações e mortes, por exemplo ISTO que você vê na foto: as mãos enluvadas de um cirurgião extraem de uma vítima das chamadas abduções pelos UFOs um implante que - tal como fazemos com os pobres animais de laboratório - literalmente as "marcam".... Além de tudo perversamente controlando-as mental e fisicamente, virtualmente tornando-as seus escravos. (FOTO: © Frank Khoury/ufo-quest.com)


Aqui, vemos o implante alienígena depois de cirurgicamente retirado. Dependendo do local onde são colocados, a vítima pode até morrer durante a operação. Lamentavelmente, aliás, já houve vários casos nesse sentido. (FOTO: © Frank Khoury/ufo-quest.com)


Este é o Dr. Robert Leir - um nome que deve ser lembrado - renomado médico e cientista norte-americano, atualmente considerado uma das maiores autoridades mundiais no estudo e acompanhamento dos casos de abduções, experiências genéticas e implantes alienígenas - também um especialista na remoção de tais famigerados implantes. Tornou-se um estudioso dos UFOs desde que seu pai, uma testemunha ocular, lhe revelou os detalhes do acidente com o UFO em Roswell, ocorrido em 1947. Mais tarde, foi Consultor Médico da MUFON (conceituada organização de pesquisa Ufológica). Não tem mesmo como se contestar: um homem desse quilate jamais poderia estar brincando, ou mesmo perdendo seu tempo com coisas que não fossem realmente sérias.


Sim, o assunto é extremamente sério! Rússia, 1969. Nesse particular, será sempre bom recordar que, tal como em Aztec, um UFO sofreu um acidente qualquer e, descontrolado, embateu-se contra o solo. Aqui, apenas um cadáver humanóide foi recolhido. Note-se os estranhos símbolos estampados na base da nave. (FOTO: © TNT)


O local desse acidente, em Sverdlovsky, foi imediatamente cercado pelas fortemente armadas tropas do Exército Soviético, tendo sido o UFO e o cadáver do seu tripulante imediatamente confiscados e levados para instalações secretas da KGB - Órgão de Segurança Governamental da URSS, por sinal o autor dessas imagens consideradas ultra-secretas, as quais somente vieram à luz após a extinção da URSS. (FOTO: © TNT)


Nessa imagem, também tomada pela extinta KGB e que não nos custa nada rever, a criatura humanóide que tripulava o UFO é submetida a exames de necropsia pelos médicos legistas do Governo Russo. Note-se a sua reduzida estatura.


Todavia, coisas bem mais estranhas do que os UFOs e seus aliens também nos chegam do céu. Aqui, mais uma recordação do estranho Caso Kecksburg - localidade situada a cerca de 40 milhas de Pittsburg, EUA. A ilustração acima nos mostra novos detalhes do curioso objeto que se embateu contra o solo. Não se tratava propriamente de um UFO, mas, sim, de uma espécie de sonda espacial alienígena - tal como as que mandamos para explorar outros corpos celestes no Universo. E assim como as nossas sondas, o enorme e misterioso objeto estava repleto de caracteres e sinais, elaborados em um alfabeto inteiramente desconhecido!


Naquela noite, quase toda a população daquela localidade foi testemunha de uma luz muito brilhante que cruzava o céu em alta velocidade. Poucos momentos depois, uma espessa nuvem azulada surgiu no local da queda do objeto, em meio a um arvoredo, atraindo para lá dezenas de pessoas - populares, policiais, repórteres e - evidentemente - logo a seguir, militares fortemente armados do Exército e da Força Aérea Americana. Estes espantaram os curiosos (não sem antes um popular obter a foto acima) isolando a área e começando a investigar. Centenas de pessoas, "gentilmente convidadas a se afastarem sob a mira de armas" pelos soldados (que tinham ordens expressas de atirar contra os civis caso insistissem em permanecer ali), ao se deslocaram para um local mais alto e afastado observaram o trabalho dos militares e também viram quando o misterioso objeto foi colocado em uma pesado caminhão, logo depois coberto com uma espessa lona e levado sob forte escolta - em alta velocidade para local ignorado. O que era, e o continha o seu interior? Ninguém o sabe!


Coisas bizarras - muito bizarras de fato, e além de tudo vindas sabe-se lá de onde - estão bem ao nosso lado sem que nos apercebamos. 1964, Templeton, EUA. Um pai fotografa a sua linda filhinha, tendo ao fundo como paisagem um belo e azulado céu. Quando a KODAK efetuou a revelação da película, eis o que surgia por trás da criança! Foi constatado que não se tratou de uma montagem ou sequer defeito do filme. A foto é absolutamente autêntica! O Ser, vestido em um uniforme tipicamente de astronauta e dotado de tipologia humana, era invisível aos olhos tendo sido, porém, captado pelas lentes da câmera e registrado pela sensibilidade do filme! Não é mesmo surpreendente?


Gritantes evidências! Mas o avestruz é um animal realmente muito curioso. Ele enfia a sua cabeça na terra, deixando o seu volumoso e bem espalhafatoso "traseiro" de fora e, assim tentando se esconder, "desliga" do mundo exterior - como se ninguém o estivesse vendo! Pois é, essa bizarra "técnica" também se aplica a certas coisas e situações que acontecem neste nosso pequeno mundo. Na foto acima, dotada de uma sutileza ímpar e gentilmente enviada por um dos nossos visitante, vemos em uma rodovia norte-americana um aviso oficial de sinalização que estampa dois nítidos UFOs sobre um bovino. Mas, COMO - se, dizem eles, "Os UFOs não existem"? Uma advertência que não deixa de ser hilariante mas que bem pode ter um duplo, ou quem sabe triplo sentido: "animais na pista", ou então "área em que os rebanhos são seqüestrados pelos tripulantes dos UFOs". Por outro lado, até que pode ser uma advertência velada para o seres humanos que, assim como os pobres animais, também costumam ser caçados por certos tripulantes dos UFOs. Em qual dessas situações você apostaria?







Série - Os Segredos da Bíblia - [1 de 6]

Série - Os Segredos da Bíblia - [1 de 6] - Alienação Cristã - Histórias Falsas - Distorcidas - Mentirosas





Os Pergaminhos do Mar Morto revelaram que a Bíblia original era muito diferente da atual, a bíblia foi profundamente mudada com o passar do Tempo




Episódio 01: No primeiro episódio é mostrado as mais eloqüentes distorções, contradições, erros grosseiros, modificações escandalosas, acréscimos fantasiosos, etc... que se encontra na bíblia moderna. A conclusão é que a Bíblia já nasceu mentirosa, e com o passar do tempo ficou ainda mais mentirosa, pois governantes, papas corruptos, e interesses políticos modificaram profundamente as escrituras originais, que já eram fantasiosas, e floreadas, e criaram algo ainda mais estranho e sem nexo. A Bíblia é Pura insanidade, e mais insanos ainda são as pessoas que a levam a sério.

Os Segredos da Bíblia: O Canal por assinatura o History Channel resolveu fazer uma série que desmascara a Bíblia de cima a baixo de um horizonte ao outro, essa série foi inspirada numa outra de nome idêntico feita anos atrás pelo National Geographic , mas o History foi ainda mais longe, ele mergulhou profundo em toda a problemática, e disseca cada controvérsia, cada falha e contradição existente nesse livro que é tido por milhões como sendo a "autêntica e inalterada palavra de Deus", esse livro que moldou a cultura ocidental, que foi a fonte primeira para muitas neuroses, perseguições, guerras, genocídios, extermínios, preconceitos, etc... na verdade é um livro muito frágil, de textos obviamente confusos e contraditórios, cheios de erros grosseiros e mentiras deslavadas. Mas o History, graças a deus, teve a coragem de desmascarar as farsas, as distorções, e assim ele revela claramente que de sagrada a bíblia não tem nada, ela é isso sim, um livro criado por homens, para divulgar preceitos de homens, para enganar homens, deus não tem nada a ver com isso. E se ele existe, deve estar morrendo de vergonha da demência de suas criaturas, os seres humanos. Como as pessoas podem levar a sério um livro tão tolo? Tão estúpido? Tão sem pé nem cabeça? Só mesmo sendo um lesado para levar a sério a Bíblia, o livro mais Bizarro já escrito...

Bíblia um livro criado por homens, para divulgar preceitos de homens, para enganar homens, deus não tem nada a ver com isso

A Percepção, o Ponto de Vista





PONTOS DE VISTA Vamos estabelecer um fundamento ao que gostaríamos de dar o seguinte título: “Pontos de Vista”. A idéia que mostraremos agora para cada um de vocês dará uma completa noção desses pontos de vista. Cada um de vocês sabe que é um indivíduo, por certo.




Cada um de vocês tem sua própria ideia a respeito da vida, a respeito das suas próprias experiências em sua vida. Porém essa ideia, durante um período longo em sua sociedade, foi considerada da seguinte forma: a vida, a realidade física, é algo que de alguma forma, na prática, está separada de vocês. 

E seus pontos de vista ou suas percepções são percepções oriundas da vida em si, ou seja, são percepções acerca de algo que existe separadamente de vocês, que não os inclui, mas acrescenta-lhes algo, ou simplesmente vocês existem para serem adicionados a algo pré-existente. E não existe modelo ou forma que seja conectado à vocês ou a que se conectem, a não ser a ideia de que vocês existem na experiência de vida física.

No entanto, no momento presente, a sua sociedade passa por uma grande transformação em relação a essa perspectiva. Até mesmos os “seus” cientistas Físicos estão começando a entender que aquilo que vocês chamaram por tanto tempo de “realidade física” na verdade não é nada além de uma extensão de sua imaginação, ou uma extensão do que lhes ensinaram a acreditar como sendo a realidade física propriamente dita. 



E aquilo que parece tão sólido para os seus sentidos físicos só é sólido porque vocês têm tal definição no seu sistema de crenças, ou seja, só é sólido porque vocês acreditam que seja. Portanto, com essa nova compreensão, com esta consciência crescente em sua sociedade, vocês poderão entender que aquilo que chamaram, por tanto tempo, de "ponto de vista" não é apenas uma ferramenta de observação, mas também é a própria ferramente criativa.

Em outras palavras, vocês começam por ter um ponto de vista, vocês começam por ter um sistema de crenças e essas coisas determinam a realidade que vocês têm. No entanto, a realidade fisiológica que vocês têm pode, através de seus sentidos, permitir que vocês tenham experiências que irão reforçar sua crença original. 

Mas em razão da crença original ser, às vezes, inconsciente, vocês poderão não ter ciência do fato de que vocês tinham uma crença que deu origem a tudo e que também criou a experiência que vocês têm. A crença deve vir em primeiro lugar, o ponto de vista sempre vem em primeiro lugar. Isso se dá porque, em primeiro lugar, você é essencialmente apenas uma consciência, um aspecto auto-consciente da criação.

A consciência, sendo auto-consciente, é capaz de ver-se a partir de muitos pontos de vista e de várias maneiras – em uma infinidade de formas, na verdade. Qualquer uma delas e todas essas infinitas maneiras são formas igualmente válidas em que o self pode ver a si mesmo, ou ter a própria experiência de si. 




Nenhuma forma é mais verdadeira do que a outra. Todas são criadas a partir da perspectiva, da crença mais forte, da definição mais forte da realidade, ou seja, a perspectiva mais forte que vocês tiverem certamente determinará o tipo de experiências que vocês criarão em sua realidade. Esses tipos de experiências, como já dissemos, contribuirão para reforçar a crença original que vocês tinham, no sentido de acelerá-la, solidificá-la ou cristalizá-la de modo que vocês possam ganhar impulso, de modo que vocês possam expandir essa realidade.

Cada ponto de vista gera seu próprio sistema de crenças auto-sustentável e auto-perpetuável, ou seja, um sistema de feedback, um sistema de experiências. Assim quando vocês assumem um ponto de vista, vai parecer que ele é o único ponto de vista real. 

É por isso que há tantos conflitos, dicotomias e discussões em seu planeta — porque vocês ainda não perceberam que todos os pontos de vista diferentes, todas as realidades diferentes que muitas pessoas diferentes em seu planeta percebem e insistem como sendo a verdadeira realidade são, na verdade todas ao mesmo tempo reais, todas simultaneamente verdadeiras. E não existe uma verdade única, não há uma realidade única com a qual você possa comparar outras idéias para determinar sua validade relativa. Há uma realidade comum, uma existência comum a todos. Mas essa existência comum é simplesmente isto — que todos vocês, de fato, existem.





A única regra ou lei que rege o fato de que todos vocês existem, que abrange tudo, se infiltra e se entrelaça com tudo é a seguinte — o que você dá é o que você recebe de volta. E é só isso. A idéia, portanto, é a de que cada experiência específica que você já teve foi o resultado da sua existência, da sua auto-consciência naquela existência, da sua irradiação em uma certa frequência, que irradiou em uma determinada medida. 

Em outras palavras, seria o fato de vocês oferecerem uma certa idéia e receberem como reflexo absolutamente verdadeiro um eco daquela irradiação. E este eco é o que vocês percebem como sendo a realidade da sua experiência fisiológica. No entanto, o que isso quer dizer é que vocês criaram, durante um longo tempo, essas realidades ao guardarem essas crenças inconscientes, por não estarem em contato com as razões de receberem o tipo de realidade que recebem quando dizem que desejam outra coisa e não entenderem como recebem o que não querem. 





A idéia deriva simplesmente do fato de que muitas das crenças que perpetuaram a realidade original são inconscientes, vocês não têm com elas contato e não sabem que o que as define está dentro de vocês, que criam essa realidade. Portanto, a idéia de analisar o seu ponto de vista, de ter clareza a respeito das definições que vocês mantêm em si quer mostrar que a partir do momento em que vocês entrarem em contato com o tipo de definição que cria a realidade que experienciam, vocês poderão alterá-la, poderão reescrevê-la e torná-la um ato consciente e não um ato inconsciente.
E ao torná-la um ato consciente, vocês mesmos poderão finalmente perceber que são constantemente, e sempre serão, capazes de escrever a fórmula para receber a realidade que preferirem. 





E que irão consegui-la, porque o Universo não tem absolutamente outra escolha a não ser dar-lhes exatamente aquilo que oferecem. Por isso, é uma questão de estar em contato com o que é que estão oferecendo, qual a frequência, digamos, vocês estão transmitindo, pois esse programa lhes é refletido de volta. Portanto, mesmo que em seu passado possa ter parecido que um ponto de vista não passa de uma mera questão de observação objetiva, hoje começa-se a se entender que esse ponto de vista significa tudo, pois é subjetivo. 





Pode até haver uma abordagem objetiva em relação às coisas, porém não existe essa coisa de “um ponto de vista verdadeiramente objetivo”, pois, por definição, qualquer coisa que seja um ponto de vista será subjetiva. E tudo o que vivenciarem, se experienciarem, por definição, será também de caráter subjetivo – não importa o estilo de sua abordagem.

Assim, tudo o que experienciarem será produto da sua compreensão subjetiva de si mesmos, suas crenças sobre si mesmos, suas definições a respeito de si mesmos, aquelas que lhes ensinaram a assumir desde crianças. Muitos de vocês já chegaram ao ponto de perceberem — pois estão, digamos assim, pensando por si próprios – que as estruturas de crenças antigas já não mais servem àquele “eu” que preferem ser. 




E assim vocês passam a se reexaminar e a reavaliar as idéias antigas que talvez seus pais ou colegas tenham passado a vocês, nesse sentido — não querendo ser depreciativo — afinal, vocês tinham que adotá-las a fim de sobreviverem na sociedade. No entanto algumas dessas idéias estão tão arraigadas que pode levar um longo tempo até que vocês possam mudar para a realidade que preferirem, com as definições que preferirem, a partir das crenças que preferirem, simplesmente porque nunca lhes ensinaram que aquelas realidades e definições a partir das quais vocês tinham que começar já eram o produto de sua própria fabricação. 


Ensinaram-lhes que:“É assim que são as coisas!”, que “Essas coisas são difíceis de mudar!” e que “Você tem que lutar muito, muito mesmo para conseguir implementar qualquer tipo de mudança ou qualquer idéia que lhe dê alegria na vida!” São apenas definições, não são REGRAS UNIVERSAIS! Elas não estão esculpidas no tecido do espaço e tempo.
Apenas uma regra é assim, e é aquela que já compartilhamos com vocês – o que você oferecer é o que receberá de volta.




Essa é a verdadeira definição da estrutura da existência, e é tudo o que existe. Todo o resto, como vocês dizem, faz parte do seu jogo, seja um acordo firmado independentemente da sua escolha, seja uma realidade consensual, pois mesmo que vocês sejam cada um, uma única pessoa, obviamente fizeram acordos inconscientemente, telepaticamente com outros a fim de experienciarem um grau de semelhança qualquer entre todas as realidades individuais que criaram para si mesmos. Assim, quando dois sujeitos se juntam e dizem: “Isso é uma cadeira.” “Sim”, diz a outra pessoa , " é uma cadeira”, vocês estarão concordando em apoiar a realidade comum. Um outro sujeito poderia dizer tranquilamente: “Que cadeira? Eu não vejo cadeira alguma. 




O que é uma cadeira? Eu não sei do que você está falando.” Esses indivíduos que não acompanham a realidade de consenso da maioria são costumeiramente chamados de loucos. Não significa dizer que o que eles percebem é verdadeiramente menos real do que o que vocês estão percebendo.

As coisas que eles dizem que vêem são as coisas que estão lá, eles não têm alucinações. Para eles, são realidades sólidas. Eles apenas não concordam com a massa social acerca da realidade. E a principal razão pela qual muitos desses indivíduos não entenderem como integrar a sua percepção da realidade àquela em consenso entre a massa é o fato de que a eles ensinaram, desde a mais tenra idade, a acreditar que se não adotassem a realidade do consenso, seriam de alguma forma “cortados” e não seriam ouvidos. 

E por isso os canais de comunicação entre tais indivíduos e sua sociedade foram fechados e eles se trancam em um ciclo auto-perpetuação desse mundo particular, não tendo capacidade de se comunicar, integrar ou aplicar o que percebem à sua realidade comum. Mas o que eles percebem, no entanto é tão real, tão sólido quanto qualquer ocoisa que vocês já intitularam como sendo real e sólida em sua vida. 





Essa noção de ponto de vista juntamente às definições que vocês trazem dentro de si e que criam sua realidade servem como fundamento para todas as nossas interações com a sua sociedade e suas espécies. A ideia, neste momento, é a de que a sua sociedade está passando por muitas transformações, redefinindo-se não só em termos de indivíduos, mas como um todo coletivo.

Tais redefinições, na nossa perspectiva, os estão conduzindo no sentido das direções que exploramos em nosso passado. A idéia é não é a de que vocês façam o mesmo que nós fizemos, mas a de compartilharmos algumas das idéias, algumas das experiências que tivemos. Podemos compartilhar com vocês o que funcionou para nós, de modo que se quiserem, se escolherem, poderão, talvez, adaptar — da sua própria maneira, com sua própria força e imaginação – as mesmas experiências para a sua vida . 

E poderão entender que o que funcionou para nós pode funcionar com vocês – se escolherem assim. Cabe a vocês. Em nenhum momento esperamos — qualquer que seja a maneira, forma ou formato — que considerem o nosso ponto de vista como sendo mais importante que o de vocês. Vemo-los como iguais. Vemo-los como diferentes, e nós somos diferentes de vocês, estrangeiros, em muitos aspectos, assim como vocês são estrangeiros para nós. Mas a idéia, no entanto é que somos o mesmo tipo de espírito, o mesmo tipo de consciência, e todos nós somos uma parte da Criação Infinita.





Todos nós existimos. E o que é verdadeiro para todos e está “escrito no quadro” é : aquilo que você oferece é o que recebe. Então vamos dar-lhes amor incondicional e espaço para crescer em seu caminho, espaço para escolher por si, quer desejem interagir conosco ou não. E os tipos de realidades que quiserem experimentar em seu planeta só dependerão de vocês. Nós não podemos interferir, só poderemos aceitar um convite para a igualdade quando o seu mundo funcionar como um mundo de igualdade. 

No entanto, essas interações criam um caminho mais favorável para interagirmos com o seu mundo, e pouco a pouco, dia após dia chegaremos a um ponto em que haverá maior possibilidade de, digamos assim, interagirmo-nos face à face de uma forma fisiológica — mas somente quando vocês nos encontrarem no meio da jornada, quando co-criarem conosco a vibração necessária para criarmos um meio termo em que ambos poderemos existir com nossas próprias definições individuais, de forma que um não se sobreponha ao outro. 





No entanto, é emocionante para nós interagirmos com vocês dessa maneira. E para nós é um presente nos permitirem experienciarmos a forma pela qual escolheram se expressar, a maneira pela qual escolheram para representar o seu aspecto do Infinito. Agradecemos por este presente. Nota Stela: Bashar é um membro masculino da civilização de 5a dimensão chamada Essassani. Bashar é canalizado por Darryl Anka.

Toda a civilização Essassani baseia-se no amor incondicional, no êxtase, na alegria, que acompanham o seu entusiasmo, sendo totalmente não-julgadora, validando e considerando igual cada indivíduo na sociedade. Bashar é extremamente entusiástico – quase a ponto de ser como um personagem de desenho animado! E também tem uma mente incrivelmente rápida, uma inteligência divertida, um coração amoroso e, é claro, uma profunda compreensão da realidade.
Uma Mensagem de Bashar
Através do canal Darryl Anka
__ Tradução de Flávia Criss, Abr/2010.
Link original do texto: http://migre.me/ngrhc






A Era de Aquários




Aproximadamente a cada 2.160 anos, o Sol, no dia do equinócio de outono (hemisfério Sul) ou da primavera (hemisfério Norte), nascem à frente de uma constelação astrológica diferente. (não confundir com a real posição das constelações, defasada pela precessão da Terra), e isso é denominada por “Era”.






É também entendida pelos astrólogos que esta não é uma divisão matemática do tempo, 

mas sim um processo, intitulado “Orbe de influência“, através do qual uma era inicia a sua influência, de um modo cada vez mais visível, antes do final da era anterior.

Então, o que poderemos tirar de proveito para a nova era serão justamente a influencia que esta Era vai incidir em todos nós. Mais abaixo, a explicação da Era de aquários.

Então o que foi a era de peixe e o que ela significou a nós “até dias atrás”?



Deixo bem claro uma coisa: as eras, constelações, e tudo que se move na galáxia e multi universos, não acontecem de “um dia para outro”, isso é apenas uma representação para nós seres humanos, que ainda temos o “tempo” como o “relógio oficial do mundo”, coisa que não é bem assim.

Essa Era, a Era de Peixes conteve em si a dualidade: o peixe espiritualizado e mártir e o peixe que foge da realidade.





A Era de Peixes é marcada pelo nascimento de Ichthys (peixe) ou Yeshua (salvador), mais conhecido como Jesus. Ele traz a mensagem de um Deus mais bondoso, compreensivo e feminino (típico do elemento água e descrito no Novo Testamento) em contrapartida ao Deus enérgico, irascível e masculino (típico do elemento fogo e descrito no Antigo Testamento) da era anterior, Áries.



A Bíblia cristã é cheia de simbolismo desta era: os apóstolos pescadores, o batismo de 
Cristo (água), o milagre da duplicação de pães e peixes, etc. Como Jesus é o marco separatório das duas eras (áries/peixes), seus símbolos são o cordeiro e o peixe. Até hoje Cristo é chamado de “o cordeiro de Deus que tirou os pecados do mundo”, isto é, redimiu as civilizações da ultrapassada era de Áries e preparou a humanidade para uma nova era que se iniciava (Peixes).




A Era de Peixes aprisionou o Homem em um rígido sistema hierárquico e social (o ter tem mais valor que o ser), do qual ele não conseguiu se libertar. Este aprisionamento foi a causa de muitas lutas religiosas que se observaram nesta Era. Por ser um signo de água, Peixes estimulou as conquistas e os descobrimentos marítimos.




Um signo responde ao “chamado” de seu oposto, portanto, o grande problema da era de Peixes foi o esquecimento de seu signo oposto, Virgem; faltou equilíbrio no eixo zodiacal Peixes-Virgem, provocando consequências desagradáveis para a humanidade.




Durante Peixes – a era da água (o princípio feminino), desenvolveu-se a Igreja Católica que, como grande MÃE, tinha a função de proteger seu FILHO (o homem) das penalidades impostas pelo severo PAI (Deus). Um dos símbolos usados pela Igreja para acalmar esse Deus (Peixes) foi a Virgem Maria, evidenciando o eixo zodiacal Peixes-Virgem de forma bastante acentuada.




É curioso notar que essa mesma Igreja que renega a astrologia tem todo seu simbolismo baseado em princípios astrológicos.

Isso foi um pequeno resumo da Era de peixes, que nos deixou definitivamente dia 20 de março de 2015.

Então o que o podemos esperar mais sobre a nova Era? A Era de Aquário?





Prediz-se que a Era Aquariana será uma era de fraternidade universal baseada na razão onde será possível solucionar os problemas sociais de maneira equitativa para todos e com grandiosas oportunidades para o desenvolvimento intelectual e espiritual, dado que Aquarius é um signo aéreo, científico, intelectual e o seu planeta regente, Urano, é associado com a intuição (conhecimento acima da razão) e percepções diretas do coração e, a nível mundano, este planeta rege a eletricidade e tecnologia.




“Agora a Lei Divina, a Lei da Justiça Divina atuará sem meio termo, que como já vimos dizendo a tempos, a verdade será absoluta e o livre arbítrio inexorável. A energia fluirá em abundância e cada um a sentirá conforme sua faixa vibratória e seu estágio evolutivo.

A boa notícia é os que desejarem ardentemente elevar seu padrão terão esta oportunidade, desde que seja visceralmente verdadeira. Não que isto, estes seres, estarão isentos de sua consciência Divina, e não que anulará a lei de causa e feito, mas que dará suporte para compreendê-la com sabedoria o que acelerará o processo evolutivo.”

Qual a grande diferença entre as duas Eras?

“O que acontecia na era de peixes é que tinha uma distância maior entre o desejo e a manifestação. Já na Nova Era, o que acontecerá é que essa distância diminuíra muito.


E uma das coisas que fará com que isso aconteça é que vocês irão desejar com maior vontade, colocaram mais energia nos vossos desejos, então desde o nascimento o vosso desejo será mais forte, mais resistente.”



OUTROS COMENTÁRIOS SOBRE A NOVA ERA:



2012: entrada no Cinturão de fótons.



O sistema solar gira em torno de Alcione, estrela central da constelação de Plêiades. Esta foi a conclusão dos astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel,  Paul Otto Hesse, José Comas Solá e Edmund Halley, depois de estudos e cálculos minuciosos.



Nosso Sol é, portanto, a oitava estrela da constelação – localizada a aproximadamente 28graus de Touro, e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione, movimento terrestre também conhecido como Precessão dos Equinócios. A divisão desta órbita por doze resulta em 2.160, tempo de duração de cada era “astrológica” (Era de Peixes, de Aquário, etc).



Descobriu-se também que Alcione tem à sua volta um gigantesco anel, ou disco de radiação, em posição transversal ao plano das órbitas de seus sistemas (incluindo o nosso), que foi chamado de Cinturão de FótonsUm fóton consiste na decomposição ou divisão do elétron, sendo a mais ínfima partícula de energia eletromagnética, algo que ainda se desconhece na Terra.



Detectado pela primeira vez em 1961, através de satélites, a descoberta do cinturão de fótons marca o início de uma expansão de consciência além da terceira dimensão. A ida do homem à Lua nos anos 60 simbolizou esta expansão, já que antes das viagens interplanetárias era impossível perceber o cinturão.



A cada dez mil anos o Sistema Solar penetra por dois mil anos no anel de fótons, ficando mais próximo de Alcione. A última vez que a Terra passou por ele foi durante a “Era de Leão”, há cerca de doze mil anos. Na Era de Aquário, que está se iniciando, ficaremos outros dois mil anos dentro deste disco de radiação.



Todas as moléculas e átomos de nosso planeta passam por uma transformação sob a influência dos fótons, precisando se readaptar a novos parâmetros. A excitação molecular cria um tipo de luz constante, permanente, que não é quente,uma luz sem temperatura, que não produz sombra ou escuridão. Talvez por isso os hinduístas chamem de “Era da Luz” os tempos que estão por vir.


Desde 1972, o Sistema Solar vem entrando no cinturão de fótons e em 1998 a sua metade já estará dentro dele. A Terra começou a penetrá-lo em 1987 e está gradativamente avançando, até 2.012, quando vai estar totalmente imersa em sua luz.





De acordo com as cosmologias maia e asteca, 2.012 é o final de um ciclo de 104 mil anos, composto de quatro grandes ciclos maias e de quatro grandes eras astecas. Humbatz Men, autor de origem maia, fala em “Los Calendários” sobre a vindoura “Idade Luz”. Bárbara Marciniak, autora de “Mensageiros do Amanhecer”, da Ground e “Earth”, da The Bear and Company e a astróloga Bárbara Hand Clow, que escreveu “A Agenda Pleiadiana”, da editora Madras, receberam várias canalizações de seres pleiadianos. Essas revelações falam sobre as transformações que estão ocorrendo em nosso planeta e nas preparações tanto física quanto psíquicas que precisamos nos submeter para realizarmos uma mudança dimensional. Segundo as canalizações, as respostas sobre a vida e a morte não estão mais sendo encontradas na terceira dimensão.



Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma. Desde a década de oitenta, quando a Terra começou a entrar no Cinturão de Fótons, estamos nos sintonizando com a quarta dimensão e nos preparando para receber a radiação de Alcione, estrela de quinta dimensão.



Zona arquetípica de sentimentos e sonhos, onde é possível o contato com planos mais elevados, a quarta dimensão é emocional e não física. As idéias nela geradas influenciam e detonam os acontecimentos na terceira dimensão, plano da materialização. Segundo as canalizações, a esfera quadri-dimensional é regida pelas energias planetárias de nosso sistema solar, daí um trânsito de Marte, por exemplo, causar sentimentos de poder e ira.



Para realizar esta expansão de consciência é preciso fazer uma limpeza, tanto no corpo físico como no emocional, e transmutar os elementais da segunda dimensão a nós agregados, chamados de miasmas. Responsáveis pelas doenças em nosso organismo, os miasmas são compostos de massas etéricas que carregam memórias genéticas ou de vidas passadas, memórias de doenças que ficaram encruadas e impregnadas devido a antibióticos, poluição, química ou radioatividade. Segundo as canalizações, esses miasmas estão sendo intensamente ativados pelo Cinturão de Fótons. 


Os pensamentos negativos e os estados de turbulência, como o da raiva, também geram miasmas, que provocam bloqueios energéticos em nosso organismo.


Trabalhar o corpo emocional através de diversos métodos terapêuticos – psicológicos, astrológicos ou corporais – ajuda a liberar as energias bloqueadas. A massagem, acupuntura, homeopatia, florais, meditação, yoga, o tai-chi, algumas danças, etc,são também técnicas de grande efetividade,pois mexem com o corpo sutil e abrem os canais de comunicação com outros planos universais.



As conexões interdimensionais são feitas através de ressonância e para sobrevivermos na radiação fotônica temos que nos afinar a um novo campo vibratório. Ter uma alimentação natural isenta de elementos químicos, viver junto à natureza, longe da poluição e da radiatividade, liberar as emoções bloqueadas e reprimidas, contribuem para a transição. Ter boas intenções é essencial, assim como estar em estado de alerta para perceber as sincronicidades e captar os sinais vindos de outras esferas.
O Ano 2015 foi declarado o Ano Internacional da Luz!

Segundo a Agenda Pleiadiana, de Bárbara Hand Clow, o Cinturão de Fótons emana do Centro Galáctico. Alcione, o Sol Central das Plêiades, localiza-se eternamente dentro do Cinturão de Fótons,ativando sua luz espiralada por todo o Universo.


Mas afinal e nós nisso tudo? Nós somos os mais beneficiados com tudo isso.
Todos nós, os seres encarnados na Terra estamos passando por um processo de iniciação coletiva e escolhemos estar aqui nessa difícil época de transição de nosso planeta, que atingirá todo o Universo. Os fótons funcionam como purificadores da raça humana e através de suas partículas de luz, às quais estamos expostos nos raios solares, dentro em breve estaremos imersos nesta “Era de Luz”, depois de 11 mil anos dentro da Noite Galáctica ou Idade das Trevas, como os hindus se referiam a Kali Yuga.




Como um sistema de reciclagem do Universo, o Cinturão de Fótons inicia a Era da Luz. Existem diversas formas da humanidade intensificar sua evolução, desenvolvendo um trabalho de limpeza dos corpos emocionais, com o uso de terapias alternativas, como florais, Yoga, Sahaja Maithuna, musicoterapia, cromoterapia entre muitos outros.



São terapias e práticas que trabalham com acura dos corpos sutis, evitando que muitas doenças sejam desenvolvidas antes mesmo de alcançar o corpo físico, além de curar outras já instaladas. Cada partícula vai se alojando em todos os cantinhos de nosso planeta trazendo a consciência (Luz), a Verdade, a Integridade e o Amor Mútuo. Cada um de nós tem um trabalho individual para desenvolver aliado ao trabalho de conscientização da humanidade.



Os corpos que não refinarem suas energias não conseguirão ficar encarnados dentro da terceira dimensão, pois a quarta dimensão estará instalada. E todos nós redescobriremos a nossa multidimensionalidade e ativaremos nossas capacidades adormecidas dentro da Noite Galáctica. A inteligência da Terra será catalizada para toda a Via Láctea.



Todos estes acontecimentos foram registrados no Grande Calendário Maia, que tem 26 mil anos de duração e termina no solstício de inverno, no dia 21 de dezembro de 2012 d.C. , que marca a entrada definitiva da Terra dentro do Cinturão de Fótons por 2000 anos ininterruptos.



Vinda de um avatar?

No livro “Evolução no Planeta Azul” (obra psicografada por Norberto Peixoto), Ramatís nos fala sobre o alinhamento planetário, o “rebaixamento de freqüência de entidades de elevadas estirpes siderais” e a possível vinda de um avatar:


PERGUNTA: – Os alinhamentos planetários de nosso sistema solar, estando a Terra agora na Era de Aquário, serão aproveitados pela Espiritualidade Maior para vinda de algum avatar, a fim de conduzir, encarnado, a materialização de novos conhecimentos, ou para se desencadear um processo decisivo na mudança de nosso mundo para um mundo de regeneração?




RAMATÍS: – Os espíritos iluminados, missionários, sempre encarnaram em momentos decisivos da evolução humana, materializando “novos” conhecimentos para a ampliação do saber na Terra, sejam científicos, espirituais ou filosóficos.



Os alinhamentos planetários de sete orbes (Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno, considerando o Sol e o satélite Lua como se fossem planetas, em termos vibracionais) propiciam injunções vibratórias e magnéticas favoráveis ao rebaixamento de freqüência de entidades de elevadas estirpes siderais. 



Todavia, a equanimidade das Leis Cósmicas, que não privilegia nenhuma individualidade espiritual, coloca igualitariamente essas situações reencarcionistas favoráveis a um maior número de espíritos “comuns”, muito distante dos avatares, e que estão sequiosos do jugo carnal, necessidade evolutiva de uma grande plêiade que aguarda em longa fila de espera do “lado de cá”.



São as vibrações cósmicas que permitem a manifestação das mônadas espirituais nas formas, nas diversas dimensões onde estua a vida no Universo. A elas podeis denominar de orixás, e se encontram fortalecidas nessas conjunções astrológicas, pois cada planeta dos mencionados é mais “afim” a um “tipo” de vibração ou orixá, se fortalecendo nessas ocasiões os “cruzamentos” vibratórios, pelo intenso magnetismo interplanetário existente. É um fator positivo para a encarnação de anjos e avatares; para vosso entendimento, é como se facilitasse a alteração de frequências mais “altas”, do universo manifesto, para as mais “baixas”, direcionando-as ao universo manifestado.



A mudança de cátedra evolutiva do vosso planeta passa indubitavelmente pela moralidade dos terrícolas, que, infelizmente, estão muito aquém de interiorizarem os superiores ensinamentos morais contidos no Evangelho do Cristo, tratado cósmico de ascese espiritual. Logo, não é uma conjunção astrológica, seja de quantos astros forem, embora evento de grande valia vibratória, que determinará uma nova classificação do educandário da escola terrena, e sim a condição moral e exaltação do Ser Crístico pela coletividade, em total submissão das questões ligadas aos egos individuais.















A encarnação de Jesus na Terra e sua “descida” vibratória dos planos angélicos, facilitada por um alinhamento planetário, não teve nenhum privilégio, e sim, merecimento, fruto do esforço próprio do Messias em galgar a Escada de Jacó, qual cidadão comum que lapidou a pedra bruta do ego inferior em milhares de encarnações, por diversos orbes, chegando ao píncaro do último degrau com o rosto gotejado de suor, mas com o diamante do Eu Crístico polido, plenamente interiorizado, e seguro no cofre eterno do espírito imortal.



Confluência ciência-esoterismo da atualidade.


No livro “Evolução no Planeta Azul” (obra psicografada por Norberto Peixoto), Ramatís nos fala sobre “pulsação” da Terra no período de transição planetária:



PERGUNTA: – Os cientistas verificam a realização de profecias ancestrais e de diversas tradições indígenas, reconhecendo comprovadamente importantes alterações no campo magnético e de freqüência da Terra neste início de Era de Aquário. O que tendes a dizer dessa confluência ciência-esoterismo da atualidade, e qual a visão espiritual dos mentores do Espaço sobre este momento de transição planetária que tem gerado insegurança em alguns espiritualistas estudiosos temendo o profetizado final dos tempos?

RAMATÍS: – Os homens voltam-se aos conhecimentos espiritualistas mais antigos para entenderem espiritualmente o que estão descobrindo e constatando por meios científicos. 



Como a comunidade que habita a egrégora terrestre está em franco processo de mudança, em que a transladação de espíritos imorais e despreparados para a vivência amorosa da Era de Aquário está sendo levada a efeito para planetas mais atrasados, ao mesmo tempo que espíritos com melhor condição moral estão encarnados em vosso orbe num mesmo influxo magnético cósmico de planetas mais evoluídos que a Terra, ocorre simultaneamente um aumento da freqüência vibratório coletiva do planeta, por um mecanismo que podeis entender como ressonante. 



Os cientistas terrícolas comprovam que a “pulsação” da Terra, ou a chamada Ressonância de Schumann, está aumentando drasticamente, ficando algo estarrecidos por não encontrarem explicações em parâmetros mecanicistas aos quais estão habituados, o que leva uma minoria a voltar-se positivamente para o espiritualismo, o ocultismo e para as questões esotéricas das tradições ancestrais da humanidade, muito especialmente as orientais.


As transições planetárias sempre ocorreram em toda a História; eis que a evolução requer movimento ascensional. O que estais verificando é uma intensidade no efeito de transitar, o que denota mudança de Era, compreendendo um ciclo de intensas e sérias modificações, algo que deveis perceber sem medos ou excessiva fascinação, que poderá vos conduzir a uma fixação exagerada nesse assunto, ante os percalços da vida comum, que devem preponderar.  

Dentre vós há os que se tornaram trombetas vivas do momento apocalíptico, como se o fim do mundo terrificante vos batesse à porta, fazendo disso uma preocupação utilitarista, ampliando os interesses individuais de salvação à direita do Cristo contra a caridade coletiva que emana do amor ao próximo, como se o Cosmo impusesse pressa na ascensão evolutiva àqueles que ainda não tem em si os valores morais para serem o trigo e não o joio. 


Se fordes o joio após a separação, continuareis evoluindo normalmente em outro planeta, talvez nem tão inóspito e selvagem quanto o que estagiais agora. Espíritos imortais que sois, os céus eternos não vos impõem excesso de velocidade na autopista que conduz à estação evangélica, sob pena de severa multa aos aligeirados que esquecem as regras do bom trânsito entre irmãos. 



Certo está que não deveis ficar paralisado diante da Nova Era que se avizinha, pois se não há imposições de prazo evolutivo pela Divindade, há de se remover os estacionados indevidamente, para o bom fluxo de todos.

O Governo Oculto do Mundo.

As 10 mensagens de Kyron para a humanidade acerca dos novos tempos. 8ª mensagem: O Governo Oculto do Mundo.

As mensagens são retiradas do livro “Entrevista com um comandante estelar”, de Alexandre Wyllie.
“Queridos Irmãos,

Já está implantado, nos planos sutis, um novo Governo Oculto do Mundo. Este Governo em breve se manifestará em planos inferiores, e estabelecerá contato com grupos de novos servidores e indivíduos ligados a Hierarquia.

A estrutura deste Governo é conhecida por todos, porém, durante o ano de 1990, novas implementações foram estabelecidas:

1) A decisão de manifestação da hierarquia dévica em planos mais densos, muito próximos ao nível físico.

2)A mudança de canais energéticos receptores e emissores (chakras planetários) para ancoragem de energias e auxílio na reflexão de transmissão de impulsos cósmicos.

3) A implementação da fase final dos planos de transição geográfica de certas energias.
Esse Governo controla e supervisiona de perto a evolução humana, animal, vegetal, mineral e dévica. Esta ultima se encontra, inclusive, muito ligada ao reino humano nestes tempos de mudança. Sintonizem-se com esses seres que manifestam a pura intuição, principalmente com o reino angélico, que faz parte do reino dévico, e estes os ajudarão em seus caminhos ascensionais.

Atualmente esse Governo é composto de vários seres que tiveram encarnações conhecidas na Terra, porém, não iremos revelar tais fatos que só estimulam a curiosidade humana em detrimento do contato conosco. Nomes, cargos hierárquicos são meras apresentações de 

Seres de Luz, que não se apegam a tais denominações. Eles apenas cumprem sua parte no Plano Divino, auxiliando na evolução de seus irmãos.
Irmanado pelo Amor, aguardo-os em nossas reuniões supra físicas.”


Total de visualizações de página

Página FaceBook